Open Conference Systems, Colóquio de Dados, Metadados e Web Semântica

Tamanho da fonte: 
Contextualização de conceitos teóricos no processo de coleta de dados de Redes Sociais Online
Fernando de Assis Rodrigues, Ricardo César Gonçalves Sant'Ana

Última alteração: 2018-01-26

Resumo


O uso de serviço de redes sociais on-line suscitam preocupações na forma que informações dos indivíduos são compartilhadas, como, por exemplo, a partir do processo de coleta de dados de usuários que estão armazenados nas instituições proprietárias dos serviços. O objetivo deste estudo é estabelecer uma contextualização dos conceitos envolvidos no processo de coleta de dados disponibilizados por serviços de redes sociais online, a partir da análise de conteúdo realizada em documentos de cunho técnico-operacional e nos Termos de Uso e pela exploração das características das interfaces de coleta. Como metodologia, optou-se pela relação dos conceitos a partir da descrição do processo, com origem na análise de conteúdo dos documentos das redes sociais online para a delimitação das características e do funcionamento do processo de coleta de dados e, posteriormente, pela exploração das interfaces de coleta de dados, com intuito de delimitar elementos adicionais envolvidos com o contexto de coleta de dados. Como resultado se apresenta a descrição do processo de coleta de dados e a relação com conceitos de aportes interdisciplinares, relacionadas aos três ciclos de coleta propostos para sistematização da coleta e construção de modelos de dados. Concluiu-se que a coleta de dados é uma atividade com forte relação interdisciplinar e de cooperação, e envolve conceitos originários de diferentes áreas do conhecimento, tornando-a complexa à compreensão de características processos de coleta de dados em sistemas de informação digitais – e espera-se que esta conceitualização inicial dos fundamentos seja subsídio suscitar a reflexão a novas investigações tanto de estudos do processo em si, mas também como uma orientação de base sobre estes temas.


Palavras-chave


Coleta de Dados; Dados; Application Programming Interface; Redes Sociais Online

Referências


ACQUISTI, A.; GROSS, R. Imagined Communities: Awareness, Information Sharing, and Privacy on the Facebook. In: DANEZIS, G.; GOLLE, P. (Eds.). Privacy Enhancing Technologies. Berlin, Heidelberg: Springer Berlin Heidelberg, 2006. v. 4258p. 36–58.

ADAMIC, L. A.; ADAR, E. Friends and neighbors on the Web. Social Networks, v. 25, n. 3, p. 211–230, jul. 2003.

BARNES, S. B. A privacy paradox: Social networking in the United States. First Monday, v. 11, n. 9, 4 set. 2006.

BIGGS, N.; LLOYD, E. K.; WILSON, R. J. Graph theory, 1736-1936. Oxford [Oxfordshire] ; New York: Clarendon Press, 1986.

BOYD, D. Facebook’s Privacy Trainwreck: Exposure, Invasion, and Social Convergence. Convergence: The International Journal of Research into New Media Technologies, v. 14, n. 1, p. 13–20, 1 fev. 2008.

BOYD, D. Making sense of teen life: Strategies for capturing ethnographic data in a networked era. 2013.

BOYD, D. M.; ELLISON, N. B. Social Network Sites: Definition, History, and Scholarship. Journal of Computer-Mediated Communication, v. 13, n. 1, p. 210–230, out. 2007.

CASTELLS, M. et al. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 2008.

CODD, E. F. Data models in database management. ACM Sigmod Record, v. 11, n. 2, p. 112–114, 1981.

CODD, E. F. The relational model for database management: version 2. Reading, Mass: Addison-Wesley, 1990.

DATE, C. J. The new relational database dictionary: a comprehensive glossary of concepts arising in connection with the relational model of data, with definitions and illustrative examples: [terms, concepts, and examples]. Sebastopol, CA: O´Reilly, 2016.

DINEV, T.; HART, P. Internet privacy concerns and their antecedents – measurement validity and a regression model. Behaviour & Information Technology, v. 23, n. 6, p. 413–422, nov. 2004.

DURKHEIM, E. Da divisão do trabalho social. Tradução Eduardo Brandão. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

FOGEL, J.; NEHMAD, E. Internet social network communities: Risk taking, trust, and privacy concerns. Computers in Human Behavior, v. 25, n. 1, p. 153–160, jan. 2009.

FUMERO, A.; VACAS, F. S.; ROCA, G. Web 2.0. [s.l.] Fundación Orange, 2007.

HABERMAS, J. Mudança estrutural da Esfera Pública. 1. ed. Rio de Janeiro, Brasil: Tempo Brasileiro, 1984.

INMON, W. H. Building the data warehouse. 2. ed. New York: Wiley Computer Pub, 1996.

KIMBALL, R.; ROSS, M. The Data Warehouse Toolkit The Complete Guide to Dimensional Modeling. New York, Estados Unidos da América: John Wiley & Sons, 2011.

KRASNOVA, H. et al. Privacy concerns and identity in online social networks. Identity in the Information Society, v. 2, n. 1, p. 39–63, 1 dez. 2009.

MALKIN, I. (ED.). Greek and Roman networks in the Mediterranean. London: Routledge, 2011.

MORENO, J. L. Who shall survive? Foundations of Sociometry, Group Psychotherapy and Sociodrama. New York: Beacon House Inc., 1953. v. 58

PAPAZOGLOU, M. P. Service-oriented computing: Concepts, characteristics and directions. Proceedings of the Fourth International Conference on Web Information Systems Engineering. Anais... In: FOURTH INTERNATIONAL CONFERENCE ON WEB INFORMATION SYSTEMS ENGINEERING (WISE’03). IEEE, 2003.

RODRIGUES, F. DE A. Coleta de dados em redes sociais: privacidade de dados pessoais no acesso via Application Programming Interface. Tese—Marília, Brasil: Universidade Estadual Paulista, 3 mar. 2017.

RODRIGUES, F. DE A.; SANT’ANA, R. C. G. Uso de taxonomia sobre privacidade para identificação de atividades encontradas em termos de uso de redes sociais. Actas del XII Congreso ISKO España y II Congreso ISKO España y Portugal. Anais...: 12. In: XII CONGRESSO ISKO ESPAÑA E II CONGRESSO ISKO ESPAÑA-PORTUGAL. Murcia, Espanha: International Society for Knowledge Organization, 19 nov. 2015.

RODRIGUES, F. DE A.; SANT’ANA, R. C. G. Use of Taxonomy of Privacy to Identify Activities Found in Social Network’s Terms of Use. Knowledge Organization, v. 43, n. 4, p. 285–295, 2016.

SANT’ANA, R. C. G. Ciclo de vida dos dados: uma perspectiva a partir da ciência da informação. Informação & Informação, v. 21, n. 2, p. 116, 20 dez. 2016.

SANTOS, P. L. V. A. DA C.; SANT’ANA, R. C. G. Dado e Granularidade na perspectiva da Informação e Tecnologia: uma interpretação pela Ciência da Informação. Ciência da Informação, v. 42, n. 2, p. 199–209, 27 jan. 2015.

SILBERSCHATZ, A.; KORTH, H. F.; SUDARSHAN, S. Database system concepts. 6. ed. New York: McGraw-Hill, 1999.

TUFEKCI, Z. Can You See Me Now? Audience and Disclosure Regulation in Online Social Network Sites. Bulletin of Science, Technology & Society, v. 28, n. 1, p. 20–36, 27 dez. 2007.

VISEU, A.; CLEMENT, A.; ASPINALL, J. Situating privacy online: Complex perception and everyday practices. Information, Communication & Society, p. 92–114, 2004.

YOUNG, A. L.; QUAN-HAASE, A. Information revelation and internet privacy concerns on social network sites: a case study of facebook. Proceedings of the fourth international conference on Communities and technologies. Anais... In: 4TH INTERNATIONAL CONFERENCE ON COMMUNITIES AND TECHNOLOGIES. University Park, Estados Unidos da América: ACM Press, 2009.


Texto completo: PDF